• Presidente da AFPEB pede suspensão temporária do recadastramento dos servidores
  • 20 ago 2020

   O presidente da Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB), Carlos Kauark Kruschewsky, encaminhou ofício ao secretário da Administração do Estado, Edelvino da Silva Góes Filho, no qual solicita a suspensão temporária da obrigatoriedade dos servidores públicos fazerem o recadastramento. O objetivo é evitar maiores prejuízos à saúde dos trabalhadores em face da necessidade de se evitar, ainda, aglomerações e concentrações de grupos de pessoas em face da pandemia do Covid 19.