• Doe sangue, salve vidas
  • 14 jun 2021

 

O Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado em 14 de junho, como uma forma de conscientização sobre a importância de doar sangue. De acordo com levantamento recente do Ministério da Saúde, apenas 1,6% da população nacional aposta na boa prática. Isto é, a cada mil brasileiros, somente 16 doam sangue – um ato que pode salvar muitas vidas.

Uma única doação de sangue, de 450 mililitros, é suficiente para salvar a vida de até 4 pessoas. Além disso, essa quantidade é reposta no organismo em 24 horas.
Para doar sangue, é preciso ter de 16 a 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos devem apresentar consentimento formal do responsável legal); pesar no mínimo 50 quilos; e estar alimentado. No dia da coleta, o doador não deve ingerir alimentos gordurosos antes da doação; deve ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas; e apresentar documento oficial de identificação com foto.

A doação, além de ser uma atitude solidária, traz inúmeros benefícios. Estudos indicam que a ação ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer, como os de pulmão, fígado e garganta. Outra vantagem é que o doador é submetido, sem nenhum custo, a uma série de exames que podem identificar doenças. Com isso, o adepto da prática também cuida da sua própria saúde.

#doesangue #doaadordesangue #afpeb #afpeba #servidoresdabahia #trabalhadorespublicos #Bahia #servidoresmunicipais #servidoresfederais #trabalhadoresdoestado #trabalhadoresdosmunicipios #trabalhadoresdauniao

 

 

O Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado em 14 de junho, como uma forma de conscientização sobre a importância de doar sangue. De acordo com levantamento recente do Ministério da Saúde, apenas 1,6% da população nacional aposta na boa prática. Isto é, a cada mil brasileiros, somente 16 doam sangue - um ato que pode salvar muitas vidas.   Uma única doação de sangue, de 450 mililitros, é suficiente para salvar a vida de até 4 pessoas. Além disso, essa quantidade é reposta no organismo em 24 horas. Para doar sangue, é preciso ter de 16 a 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos devem apresentar consentimento formal do responsável legal); pesar no mínimo 50 quilos; e estar alimentado. No dia da coleta, o doador não deve ingerir alimentos gordurosos antes da doação; deve ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas; e apresentar documento oficial de identificação com foto.  A doação, além de ser uma atitude solidária, traz inúmeros benefícios. Estudos indicam que a ação ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer, como os de pulmão, fígado e garganta. Outra vantagem é que o doador é submetido, sem nenhum custo, a uma série de exames que podem identificar doenças. Com isso, o adepto da prática também cuida da sua própria saúde.   #doesangue #doaadordesangue #afpeb #afpeba  #servidoresdabahia #trabalhadorespublicos #Bahia #servidoresmunicipais #servidoresfederais #trabalhadoresdoestado #trabalhadoresdosmunicipios #trabalhadoresdauniao